Escolha uma Página

A mudança do atual cenário político parece ser certa mesmo que não seja imediata. Um futuro governo com equilíbrio fiscal, maior controle da inflação e crescimento, mesmo que modesto transformaria o cenário de desalento em esperança. O que esperar para o mercado imobiliário em um futuro mais promissor ? Analise que pode parecer complicada mas que de forma simples pode também trazer convicções.

Passamos recentemente por um boom que trouxe ( esperamos) aprendizados. Preços que subiram demasiadamente provocados por uma demanda exagerada e pela falta de condições de se ofertar o que realmente seria a necessidade. Mas a realidade dos desatinos econômicos vieram logo e o que parecia momentos dourados se transformaram em pesadelos.

 

Um cenário de lenta recuperação, porem mais consistente é sim provável, principalmente pelo tamanho do estrago realizado. Isto seria uma dadiva para todos os mercados, mesmo que custasse um prazo de 3 a 5 anos para voltarmos ao patamar de 3 anos atrás. Quem sabe mais adiante tenhamos uma década de consistente mas equilibrado crescimento.

 

Particularmente para o mercado imobiliário um cenário mais equilibrado traria um crescimento sustentável jamais visto na história deste pais ( frase que está se tornando obsoleta … ).

 

impacto-governo-mercado-imobiliario

A situação do mercado imobiliário em relação a atual situação governamental

 

Mais fácil talvez analisar o curto prazo. As empresas hoje vendem um produto que valia por exemplo 15.000/m2 em 2014 a talvez 10.000/m2. Não existe forma de se produzir e ter resultado a este valor. O que se tem é a queima de estoque para fazer caixa e diminuir o endividamento. Novos projetos são inviáveis por valores semelhantes. Qualquer valor neste caso inferior aos mesmos 15.000/m2 de dois anos atrás ( ou seja preço sem correção de inflação nestes dois anos ) seria para empatar ou ganhar pouco. Isto vale proporcionalmente em todos os segmentos. O que era 10 vale 8, o que era 8 vale 6 e assim por diante.

 

Uma retomada fará com que os valores de anos atrás voltem a ser praticados paulatinamente. Por isto a frase que perece ser papo de vendedor é realidade – por este preço nunca mais … Certo… se isto for verdade e o médio e longo prazo?

 

Na consistência de um crescimento equilibrado e de um país mais correto, no mercado imobiliário poderíamos fazer projeções comparativas a países mais desenvolvidos ou realmente em desenvolvimento. Talvez seria deixar os mais céticos mais resistentes ainda, afinal um imóvel usado em um bairro razoável de Paris hoje custa cerca de 12.000 euros por metro quadrado, ou seja cerca de 50.000 reais o metro quadrado. Difícil comparar este número com os 8000 reais praticados hoje em São Paulo em bairros semelhantes.

 

Nunca seremos uma Paris ? Pode ser. Mas valemos 6 vezes menos ? Talvez seja uma distorção … Somente o tempo dirá …

Receba informações
pelo Whatsapp

Contato enviado com sucesso.

Informações por e-mail








Contato enviado com sucesso.